De maneira lenta, mas gradativa, as ferramentas de PCD (diamante policristalino) conquistam os meios de produção das indústrias brasileiras de móveis e de processamento da madeira. Enquanto empresas da Europa e dos Estados Unidos utilizam há décadas o PCD em larga escala, no Brasil até há pouco tempo discutia-se a viabilidade do emprego das ferramentas de diamante policristalino.

Persiste o mito de que para trabalhar com tais ferramentas o investimento é muito maior do que o de usar o metal duro. Porém, com avanços da tecnologia e o barateamento de custos dos materiais, como também devido à necessidade de sobrevivência em um mercado industrial cada vez mais competitivo, o PCD já é visto como aliado estratégico, principalmente aos olhos de técnicos e dirigentes de empresas que focam produtividade e rentabilidade na gestão dos meios de produção.

De fato, as virtudes do PCD contribuem para uma vantagem competitiva entre os meios de produção das empresas. Em larga escala de produção, ou no processamento de materiais mais duros, o ganho com ferramentas em PCD é ainda mais evidente.

No Brasil, aos poucos também se esvazia o mito de que o diamante não é eficaz em ferramentas que usinam madeira maciça. Hoje, novos materiais de alta resistência e desempenho com geometrias especiais já alcançam soluções eficazes para o corte da madeira maciça, que colocam o PCD à frente do metal duro em vários aspectos:

· Mais qualidade no acabamento;
· Menor tempo de set-up.
· Menor necessidade de ferramentas em estoque.
· Maior durabilidade entre afiações.
· Redução quase total do uso de lixa.

Exemplo de avanço na tecnologia da construção de ferramentas em PCD é a linha de fresas One Pass, da Wirutex, que, com apenas uma passada, confere excelente acabamento às peças de madeira maciça, atendendo às expectativas dos fabricantes mais exigentes. Em muitos casos, após a usinagem as peças podem prosseguir para o acabamento final, sem uso de lixa. Ao fazerem seus cálculos de produção, os gestores industriais vão obter com a One Pass uma produtividade 40 vezes maior do que a alcançada com uma fresa de metal duro.

A equipe técnica da Wirutex está sempre à disposição para fornecer orientações sobre como obter o máximo de produtividade com a fresa One Pass. Faça uma consulta.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *